Participação do IEP em audiência publica na ALEP

Privatização da Eletrobras

A possibilidade de venda de ativos da Eletrobras (Centrais Elétricas Brasileiras), por parte do governo federal, motivou a audiência pública “Privatização do Setor Energético: soberania ou dependência”, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná, no dia 10 de outubro. O Eng. Ricardo Vidinich representou o IEP na audiência e destacou que a entidade não é contra a privatização, pois a iniciativa privada é mais eficiente, sofre menos ingerência política, tem mais continuidade e os resultados são mais céleres.

“Neste processo, o que vai dar força ao povo é o controle governamental. Por isso é extremamente importante contarmos com uma agência reguladora forte e profissionalizada. Não podemos permitir que seja composta por pessoas que não tenham conhecimento técnico e capacidade de gerir”, defende.

Ele acrescenta ainda que a entidade não é contra a privatização, mas é veemente contrária às taxas de outorga. “Um caso claro é o que ocorreu com a Usina Hidrelétrica de São Simão, que tem um custo operacional de R$ 11,90 reais o Megabyte/hora, mas com as taxas de outorga , os impostos acrescidos (ICMS, PIS e COFINS), o valor subiu R$ 190 reais. Somos contra a taxação excessiva e pedimos apoio dos deputados para evitar que tarifas sejam oneradas”, frisa.

 

Posted in:
Articles by
Published:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *